O sonho de qualquer desenvolvedor é poder fazer o deploy com segurança e eficiência, quem já fez um deploy no Heroku já conhece esse método. Basta um simples comando para efetuar o deploy.

Seguir esses passos leva menos de 5 minutos depois de alguma prática, o que compensa muito quando se tem um time trabalhando no mesmo projeto, onde o deploy por FTP pode ser algo traumático e levar mais de 5 horas, o deploy utilizando um repositório Git vai reduzir em muito as dores de cabeça ao manter o seu sistema atualizado.

Criando os repositórios Git no servidor

É algo na verdade bem simples de se fazer, basta instalarmos o git, criarmos uma pasta para ficar os nossos repositórios, cada repositório é iniciado utilizando o comando bare dentro de uma outra pasta, no exemplo abaixo vamos demonstrar utilizando o ubuntu como exemplo, mas pode ser feito com qualquer distribuição Linux, mudando apenas o comando para instalar o git.

 

E está pronto, atenção a opção “–bare”, ela simplesmente faz ser criado o repositório na própria pasta, sem o “–bare” o git iniciaria o repositório em uma pasta oculta, a pasta “.git”.

Cria a pasta para execução

Quando fizermos o deploy pelo git, vamos fazer o git, através de um hook, extrair o conteúdo alterado para uma pasta do servidor, vamos criar uma pasta chamada “server” no mesmo nível da pasta “git”.

 

Configurando o hook post-receive do Git

Enfim criaremos o nosso Hook no repositório Git, post-receive, para depois de receber as alterações do repositório, extrair os arquivos para a pasta “server”.

 

Para finalidade de testes, apenas para extrair as alterações do repositório para a pasta “server” recém criada, adicione o seguinte conteúdo ao arquivo “post-receive”:

 

Fazendo o deploy para o servidor com o Git

De volta a máquina local, vamos referenciar o servidor onde vamos fazer o deploy no nosso Git client. Existem duas maneiras de fazer isso, adicionando o usuário e o ip da máquina no endereço do “git remote” ou criando um apelido na configuração de ssh da sua máquina local “~/.ssh/config”, caso o seu servidor utilize uma porta diferente para SSH, é recomendável criar um apelido SSH para sua máquina.

Adicionando ao git remote

ou

 

Dica: Como criar um Hostname SSH para o seu servidor

Utilizando Linux ou MacOSX, abra o terminal e siga os comandos:

Adicione a configuração do seu servidor, conforme exemplo, substituindo o nome de usuário, ip e porta, exemplo:

Se o seu servidor utilizar uma chave pem, é necessário adiciona-lá, conforme o exemplo:

Espero que tenham gostado desse tutorial, agora ficará mais fácil controlar o deploy de todo o seu time, sem que o deploy se torne uma experiência traumática assim como o deploy de FTP em times de desenvolvedores com 3 ou mais pessoas.

Comentários

comentários